Dicas de Viagem: roupas e sapatos

Olá pessoal,

Hoje eu queria fazer um post diferente para um blog que aborda praticamente só literatura e cultura pop. Outro dia, eu estava pensando sobre como, com o tempo, eu fiquei muito melhor em selecionar as roupas que eu vou levar para uma viagem, e mesmo assim eu vivo sentindo falta e aprendendo coisas. Sinceramente, não imagino como eu sobrevivi nas minhas primeiras viagens, rsrsrsrs. Eu já viajei algumas vezes para destinos internacionais e também vivo viajando para o litoral, e com o tempo eu fui juntando dicas e minhas experiências pessoais para conseguir a fazer a mala quase perfeita!

Então, vamos começar da parte principal que todo mundo (até meu namorado, pasmem!) se preocupa quando vai arrumar uma mala: o que levar de roupas e sapato.

Aqui vão minhas dicas:

1- Tente selecionar peças que combinem entre si.

collage1

Uma das primeiras dicas gerais que as pessoas dão para arrumação de malas de viagem é: monte looks para cada dia e assim você vai saber exatamente o que usar cada dia da viagem. ISSO NÃO DÁ CERTO! E eu vou explicar porquê. Nas primeiras viagens, eu fiz exatamente isso. Separava uma calça ou shorts e uma blusa que combinassem para cada dia. Aí geralmente, você checa a previsão do tempo para onde você está indo e literalmente todos os dias está fazendo 15/20 Cº. Então, você arruma sua malinha linda de meia estação, toda feliz. E ai você chega em Madri e está fazendo 28 fucking graus! #truestory. Nesse caso, eu tive que pegar um shorts (que eu ia usar com uma meia-calça e uma blusa de frio) e a única blusa sem mangas que eu tinha (que eu ia usar com uma calça e um casaco) e usar. Só que o que aconteceu é que as peças que sobraram NÃO COMBINAVAM ENTE SI. Nem tinha como usar junto (do tipo: blusa florida com calça de oncinha). E ai, só nesse imprevisto eu perdi 2 looks. Fora isso, outros imprevistos podem acontecer, tipo você sujar uma peça do look e a outra ser “incombinável”. Pode ser que um dia esteja muito mais frio do que o previsto e você queira vestir suas roupas mais quentinhas que não necessariamente combinem entre si, etc. Eu já passei por tudo isso. Então, minha dica é: tente escolher peças de modo que TODAS (ou quase todas) combinem entre si! Porque ai não tem erro.

collage2

Isso não quer dizer que você só possa levar coisas básicas (embora jeans, preto e branco ajudem muito), mas se você vai levar uma calça florida tente levar várias blusas mais neutras que combinem com ela, e que por sua vez, também combinem com as outras calças que você vai levar. Você pode ser aquelas pessoas que não tem problema em combinar flores e listras, e ai se joga. Mas, lembre-se: isso não serve só para combinação de cores e estilos, mas também de caimento, por exemplo: uma saia-midi às vezes não fica bem com certos tipos de blusa, uma legging geralmente deve ser usada com blusa que cubram o bumbum. Então, você tem que pensar em tudo isso. O que nós leva a próxima dica.

2- Leve o que você está acostumada a usar. Deixe para inovar na sua casa.

collage3

Muitas vezes, a gente fica empolgada que vai viajar e quer levar roupas lindas e novas. Mas, não faça isso. Se por um acaso você for comprar peças novas para a viagem, tente usá-las antes! Montar looks com elas e ver o que fica bom. Ás vezes, a ideia de um look pode ser ótima na sua cabeça, mas na hora que você coloca no seu corpo não fica nada bom! Então, tente inovar e montar looks diferentes quando você está em casa e tem seu guarda-roupa inteiro de back-up caso algo não dê certo. Tente não levar roupas e sapatos que você não sabe se vai usar ou não está acostumada. Acredite, 23 kilos de bagagem parece muito, mas não é! E você vai acabar com essas peças “experimentais” paradas na mala, ocupando espaço que você poderia usar para outra coisa.

3- Leve somente (e SOMENTE MESMO) roupas super-mega-ultra confortáveis.

Viajar é muito diferente de estar na sua casa. Você está muitos quilômetros distante e quer aproveitar ao máximo. Por isso, viagens são EXTREMAMENTE cansativas. Então, puxando o gancho do tópico anterior, tente levar roupas e sapatos que te caiam bem e com os quais você se sinta CONFORTÁVEL. E NUNCA deixe para testar o conforto da roupa na viagem.

collage4

Por mais que você queira estar fabulosa naquela foto na frente da Torre Eiffel, acredite em mim quando eu digo que estar confortável vale mais do que qualquer coisa. Imagine se você nem conseguir chegar a ver a Torre porque aquele salto está te matando e você teve que voltar para o hotel? Eu, por exemplo, amo vestidos. Acho chique, práticos, lindos e estilosos, só que pra mim não funcionam muito bem em viagens. Em viagens, a gente anda muuuuuuuuuito (quando eu digo muito, acredite, é muuuuuuito mesmo) e quando eu ando muito de vestido ou saia, por ter as pernas grosas, o atrito me dá assaduras #TMI. Eu acho lindo gente que consegue andar 10 kilômetros de vestido/saia, mas eu sei que em alguma parte da andança minhas coxas vão estar tão assadas que eu não vou mais conseguir andar. Da mesma forma, um vestido pode ser confortável e a melhor opção para você. Então, pense no que te faz confortável e no seu estilo.

A mesma coisa vale para sapatos. Não adianta você escolher levar aquela bota over-the-knee baphônica, se você não vai conseguir andar com ela. Acredite em mim quando eu digo: no terceiro dia da viagem você vai estar mandando o glamour para o inferno e querendo usar só as peças mais confortáveis que você trouxe. Então, escute meu conselho de mãe quando eu digo: não leve roupas apertadas e desconfortáveis ou sapatos de salto (a não ser que você seja o 0,01% da população que se sinta extremamente confortável com essas peças). VOCÊ NÃO VAI USAR! Nem para sair a noite, nem para um evento chique, NUNCA! Se for extremamente necessário algo mais formal, mesmo assim nunca esqueça do conforto. E se não for, deixe aquele vestido bandage e o salto 15 em casa, porque você vai sair a noite para ir naquele bar badalado de rasteirinha e jeans, pode acreditar.

4. Não se esqueça de pensar nas lingeries. 

collage5

Duas coisas são importantes nesse tópico:

a) Lembre-se de levar lingeries adequadas para as roupas que você está levando (parece óbvio, mas pode passar batido). Se você vai para um lugar frio, até que não faz diferença. Mas, se você vai usar vários tipos de decotes lembre-se de levar o sutiã adequado. Uma solução legal é levar aqueles sutiãs multi-uso que você pode mudar as alças e as costas e calcinhas de algodão que não marcam. Caso o contrário, você pode ficar sem usar aquela blusa linda porque nenhum dos sutiãs que você levou cruza nas costas, ou não poder usar tal saia porque todas as calcinhas marcam demais. Além disso, essas peças vão sobrar na sua mala, e acredite, nós mulheres não podemos nos dar o luxo de deixar isso acontecer.  Lembre-se também de saber se você precisa levar tops para usar com blusas transparentes ou muito cavadas, ou shorts para usar com vestidos e saias (que é o meu caso), ou um sutiã especial para alguma blusa (tomara-que-caia, por exemplo).

b) Leia de novo o tópico 3 e SÓ LEVE LINGERIES CONFORTÁVEIS! De novo, eu sei, eu sei. Você quer se sentir que nem a Andrea, do Diabo Veste Prada, com seus conjuntinhos de renda em Paris. Mas, imagine: se um shorts que fica subindo já incomoda, imagine uma calcinha de renda que fica entrando? Então, a não ser que seja sua lua-de-mel, deixe suas lingeries rendadas, suas tangas cavadas e seus fio-dental para usar em casa. Acreditem em mim! Uma lingerie errada e desconfortável pode acabar com uma viagem. Você provavelmente não vai mostrar suas roupas de baixo para ninguém, e se você acha que isso pode acontecer, você sempre pode levar uma lingerie sexy na bolsa para trocar se necessário ;). Mas NÃO saia por ai com ela, tem mais chance de dar errado do que certo. Também não leve lingeries (vale para biquínis e roupas de banho) nunca usadas, lembre que testar antes é muito melhor do que ter surpresas indesejadas.

5- Foque nos acessórios (eles ocupam menos espaço e podem mudar completamente um look)

collage6

Depois de todas essas dicas você pode ficar um pouco decepcionada de saber que provavelmente você vai estar de tênis, jeans e blusa branca na sua foto na Torre Eiffel, e não com aquele vestido listrado bandage, balões e saltos de 15 centímetros. Lembre-se então que acessórios podem salvar um look e ainda te ajudar a estar confortável sem parecer largada. Imagine esse tênis, jeans e blusa branca com um maxi-colar divino, ou com um lenço de estampa de bicho. Os acessórios são a grande sacada para uma viagem e ai está tudo liberado. Mesmo que eles forem desconfortáveis você sempre pode tirar no decorrer do dia e pôr na hora das fotos. Mesmo que você não use alguns, eles ocupam tão pouco espaço que nem importa. Você pode repetir os seus looks ou usar um look básico todos os dias e mesmo assim parecer estilosa e diferente nas fotos.

Pense em colares, brincos, óculos de sol e lenços, cachecóis e echarpes. Até mesmo chapéus, gorrinhos e adereços de cabelo. Em tese, tudo que fica em volta do seu rosto. Ou seja, o que vai aparecer mais nas fotos. Cintos, pulseiras e anéis, geralmente não fazem tanta diferença.

Outra coisa que também ajuda bastante a tornar o seu look mais estiloso é a maquiagem, mas isso fica para o próximo post.

E, então? Gostaram das dicas? Se você tiver mais alguma dica preciosa que você aprendeu em alguma viagem, por favor deixe nos cometários, que eu quero muito saber! Vamos compartilhar dicas e nos ajudar!

Beijinhos e até o próximo!

7 Razões Para Usar – Floral Escuro

Olá pessoas,

Hoje eu vim aqui falar sobre uma tendência muito legal o Dark Floral, ou Floral Escuro, que nada mais é do que uma estampa de flores com fundo escuro, preto ou azul marinho. Essa tendência é uma das minhas preferidas por ela ser muito democrática e eu vou explicar o porquê. Vamos lá?

1. Pode ser usada tanto no verão quanto no inverno. – Lógico que você pode usar qualquer peça de roupa na estação que desejar, mas se você é do tipo de pessoa que se importa com os pormenores domfashionismo o floral escuro é perfeito para você. Enquanto as flores remetem à primavera/verão , o fundo sóbrio é típico do outono/inverno.

2. Pode ser usada por todas as idades. – Também outra regra que depende do seu ponto de vista, mas o floral pode ser usado tanto por mulheres mais velhas como por meninas novinhas. E fica sempre um arraso.

3. Dress up/ Dress down. – O floral é uma estampa que pode ser tanto usada em uma combinação mais arrumadinha e social quando em um look casual e descontraído.

4. Mil e uma estampas. – Floral é uma estampa só, né? Mas os variados tipos de flores, tamanhos e espaçamentos fazem com que seja quase impossível encontrar duas estampas iguais. Você pode usar floral escuro todos os dias da semana (em peças diferentes, claro) e ninguém vai reparar que você está com a “mesma” roupa. Isso também ajuda a combinar diferentes florais, fazendo como um mix de estampas deixando o look bem moderno.

5. Muitos estilos. – Qualquer que seja o estilo: romântico, boho, rocker, gótico, clássico ou moderno uma peça com essa estampa se encaixa nele. Muito democrático mesmo. Qualquer um pode usar independente do seu estilo. Até as mais básicas podem usar uma estampa com flores bem pequenas e discretas.

6. Clássico X Moderno. – O floral escuro é uma estampa que ao mesmo tempo que é bem clássica e atemporal, está sempre sendo reinventada. As diferentes estampas, tecidos e modelagens fazem com que as peças sejam elegantes ou despojadas, mas sempre com um toque moderno.

7. Qualquer tipo de corpo. – E por último o mais importante, as peças com essa estampa podem favorecer qualquer tipo de corpo: magrinhas, gordinhas, altinhas, baixinhas, coxas grossas ou finas, muito bumbum, pouco peito, enfim, todas podem (e devem) ter pelo menos uma peça no guarda roupa.

Como vocês já devem ter percebido, eu já me rendi a essa tendência.

Me sigam no instagram.

E então, gostaram? Convenci vocês da maravilha que é essa estampa? Me contem nos comentários se você já usa ou gostaria de usar o floral escuro.

Beijos e até o próximo.

Disclaimer: As fotos, com exceção das retiradas do meu instagram, foram retiradas do site pinterest.

O fantástico mundo do YouTube

Olá Pessoas, tudo bom?

YouTube_FINAL

Quem nunca se aventurou no maravilhoso mundo do YouTube? Eu pelo menos posso dizer gasto um bom tempo do meu precioso tempinho livre nesse mundo.

Então hoje eu vou dar algumas dicas de canais legais para vocês. Os canais que eu mais assisto são os de beleza e feminino (depois vou fazer outro post com os meus top cinco incluindo outros), então se você gosta desse tipo de vídeo vamos lá.

Nacionais

Gflores

A Jéssica Flores é uma blogueira de moda e beleza, que adora viagens e fotografia. O blog dela é o Borboletas na Carteira. Apesar de girar em torno desses assuntos, ela tem vídeos muitos variados e sempre interessantes. Diferente de algumas blogueiras, ela não faz aqueles vídeos para “encher linguiça”, sabe? Tem vlogs de viagem, tutoriais de maquiagem, haul de roupas, decoração, livros, e várias tags.


Viiixxxen

A Mariana Santarem já é uma Youtuber. Ela até tem um blog, mas o foco dela são mesmo os vídeos no YouTube. Os seus vídeos já são bem mais específicos de maquiagem e moda mesmo. Diferente das Youtubers “modernas” ela continua investindo tempo em tutoriais de maquiagem e os tutoriais são sempre únicos e criativos. Ela faz muitos “get ready with me”, tutoriais de cabelo e make, inspirações de moda e make e “get the look”.


Niina Secrets

A Nina é uma blogueira e Youtuber. Também fala de maquiagem e moda, mas eu acho que o diferencial do canal dela são os vlogs diários e de viagens. A Nina já viajou para diversas partes do mundo (aliás ela viaja bastante) e compartilhou tudo no seu canal. Então se você tem interesse em conhecer algum dos lugares em que ela viajou é legal assistir os vlogs e pegar dicas. O blog dela é esse aqui.


Fabi Santina

A Fabi é irmã da Nina Secrets que decidiu seguir pelo mesmo caminho. Os vídeos dela tem a mesma pegada dos da irmã, já que ela começou bem depois quando a irmã já era conhecida e pegou uma inspiração (e grande parte dos viewers também). Confesso que no começo eu não gostava muito dos vídeos dela não, achava muita imitação da irmã, mas hoje em dia ela pegou o jeito e eu às vezes sigo mais os vídeos dela do que da Nina (que vive ocupada viajando). O diferencial da Fabi também são os vídeos de culinária da série “brincando de Ana Maria”, que é super legal pra quem não leva muito jeito na cozinha, está começando a cozinhar ou procura receitas rápidas e práticas. Ela também tem um blog.

Passando Blush

Apesar de não assistir o canal dela tanto recentemente, eu não podia deixar de citar a Pripoka. Priscila Paes foi a blogueira que me influenciou a entrar nesse mundo e o canal dela foi o primeiro que eu comecei a seguir no YouTube. Apesar de ser uma das Youtubers originais, hoje em dia ela não dá mais a mesma importância ao canal e blog. Ela some e fica semanas sem postar nada, infelizmente, porque os vídeos e posts dela são muito legais.


E aí beleza?

O e aí beleza, é outro canal/blog que eu gosto muito. Como o Passando Blush, ele também está em um “hiatus” iô-iô, mas o que eu amo sobre a Ka é que ela tem um lado Nerd muito legal. Ela também entende bastante de maquiagens e testa produtos diferenciados dos das outras blogueiras, às vezes você encontra resenhas de produtos no blog dela que você não encontra em outros blogs. Os assuntos dela também são bem variados apesar do foco ser maquiagem.

Internacionais

MissGlamorazzi

Eu tenho que confessar que apesar de ter muitas Youtubers brasileiras ótimas e com quem você se identifica muito mais com os assuntos (meio chato assistir hauls de coisas que você não pode comprar, né?) as gringas são minhas preferidas. Acho muito legal o contato que elas possibilitam com culturas diferentes, pessoas diferentes, jeitos de agir, falar, comprar e etc. Amo quando todas decidem fazer vlogs diários, principalmente no período das festas de fim de ano (Vlogmas!!!)

Entrando na MissGlamorazzi, ela é divertidissíma! Não tem outra palavra para descrevê-la, ela não tem medo de ser ela mesma e tem um lado meio nerd e weird. Enfim, ela é muito única. Isso faz com que os vídeos dela sejam sempre muito divertidos e legais.


Blair e Elle Fowler

Essas irmãs você ou ama ou odeia. Talvez elas sejam as mais “odiadas/invejadas” do mundo do Youtube. Elas são a versão gringa da Nina e da Fabi (hahaha mentira, na verdade é o contrário) lindas, magras e ricas, muita gente as critica pelo seu jeito meio fútil e “clueless” (quem asssitiu as Patricinhas de Beverly hills sabe do que eu estou falando). Mas eu não sou amiga delas, só assisto elas pelo Youtube, então sem problemas. Elas fazem vídeos de moda e beleza também. São muuuuito bem pagas pelo YouTube e vídeos de publicidade. Apesar de tudo isso, eu gosto dos vídeos delas que também estão se tornando meio escassos.



Zoella

A Zoella é uma Youtuber britânica muito fofa e com um sotaque super bonitinho. Recentemente ela ganhou o Teen Choice Awards concorrendo com vários Youtubers bem famosos de todo o mundo. Ela tem um estilo muito único e porquinhos-da-índia muito fofinhos. Ela namora um outro Youtuber famoso Alfie, o que eu nunca vi funcionar com outros do ramo. Os vídeos dela são de assuntos bem variados, mas recentemente os destaques são seus vlogs. Ela tem um blog também.


Sprinkle of Glitter

A Louise também é britânica e melhor amiga da Zoella. Ela é um grande exemplo de superação e alegria, não tem como ficar triste assistindo os vídeos dela. Ela é realmente uma pitada de glitter no seu dia. Seus assuntos variam entre moda e beleza e “conversas” sobre assuntos como depressão, sexualidade, problemas, etc. O blog dela é muito fofo e ela tem uma filhinha que é a coisa mais linda desse mundo.


Existem muitas outras blogueiras fofas que eu sigo/assisto, mas esses citados são os meus favoritos.

E aí, gostaram? O que vocês acharam? Me contem nos comentários os canais que vocês seguem.

Bisus e até o próximo.