Resenha: A Herdeira do Fogo

Olá pessoal,

Hoje eu venho aqui trazer a nossa primeira resenha do ano! Uhuul \o/! E vai ser do último livro que eu li no ano passado, o terceiro da série Trono de Vidro: A Herdeira do Fogo.

DSC00643

Se você ainda não começou essa série, já tem resenha aqui no blog dos dois primeiros livros:

O Trono de Vidro

Coroa da Meia Noite

[Essa resenha não tem spoilers, mas como é o terceiro livro da série recomendo que leia os outros livros (ou resenhas) antes de lê-la. Obviamente! =p]

DSC00637

Porque eu li: Primeiramente, eu gostaria de dizer que você apague da sua mente tudo que já ouviu falar desse livro. Eu comecei a lê-lo com um preconceito enorme devido a inúmeras resenhas negativas de pessoas que considero com um gosto muito parecido com o meu, mas quebrei a cara. Eu li devagar, abandonei duas vezes (tudo por causa da influência de pessoas que não gostaram) e no final acabei adorando o livro.

Como eu li: Eu li o livro em português, publicado aqui no Brasil pela Galera Record.

DSC00640O espaço: O espaço desse livro muda bastante. A ação não acontece mais somente em Adarlan, mas se espalha por toda Erilea e inclusive no reino misterioso de Wendlyn.

A história: Bom, como vocês sabem (se leram coroa da meia-noite) no final a Celaena recebe a missão de ir até Wendlyn. No terceiro livro, então, vemos ela chegando neste reino e como ela vai seguir essa missão, que na verdade é uma missão de interesse pessoal que ela tem, embora ela deixe Adarlan fingindo que irá cumprir a missão do rei. Além de acompanharmos Celaena em Wendlyn, ainda acompanhamos o desenvolvimento de outros núcleos de personagens. Vemos Dorian, em Adarlan, tentando compreender seus poderes; e lidar com seu pai e suas responsabilidades de príncipe herdeiro. Acompanhamos Chaol se preparando para cumprir sua promessa a seu pai e voltar a ser o herdeiro de Aniele; ao mesmo tempo tentando ajudar Celaena de longe. E por fim, somos apresentados a uma nova personagem: Manon. Herdeira das bruxas bico negro, ela tem que conviver com tribos de bruxas rivais para a chance de liderar o exército de serpentes aladas do rei (sei que soa estranho, mas imagine dragões).  E assim, obter suas terras de volta.

Personagens:

DSC00646Rowan Whitethorn – Ao chegar em Wendlyn, Celaena se encontra com sua tia Maeve, rainha dos féericos em Doranelle, com o objetivo de saber mais sobre as chaves de Wyrd. No entanto, Maeve diz que o único jeito de ela poder entrar em Doranelle e receber a informação que quer é controlando os seus poderes féericos. Então, Maeve elege um de seus guardas, Rowan, para treiná-la. Rowan é um guerreiro féerico muito poderoso que não tem muita paciência para lidar com Celaena. No começo os dois têm um relacionamento bem conturbado e violento, mas com o tempo eles vão se aproximando.

Aedion Ashryver – Aedion é primo de Celaena, e um capitão famoso de Terrasen que trabalha para o rei de Adarlan. Intrigado pelo jeito leviano do capitão, Chaol começa a seguí-lo para descobrir a quem ele é realmente leal: ao rei de Adarlan, ou a Terrasen e sua princesa, que ele pensa estar morta.

Manon Bico-negro – Heideira das bico-negro, das dente-de-ferro, e líder das treze melhores guerreiras do clã, Manon (na verdade, sua avó, líder do clã) recebe a proposta de servir ao rei controlando suas serpentes aladas na guerra que está por vir, em troca de obter de volta suas terras ao Oeste. Elas aceitam e têm que conviver com outros clãs rivais enquanto cumprem esta missão.

DSC00641

Desenvolvimento: O desenvolvimento da história do livro é principalmente focado no desenvolvimento dos personagens. O começo da história é bem lento e demorado, mas quando chegamos no final entendemos o porquê. É um livro de transição, onde os personagens da vão paralelamente caminhando e mudando para levar a história a um nível muito mais sério do que era esperado nos livros interiores. Então, quando você chega ao final, você vê que toda aquela “enrolação” do início teve um propósito, afinal ninguém “amadurece” de um dia para o outro, né? (e se tivesse sido assim, certeza que todo mundo iria reclamar)

O que eu achei: Apesar de muita gente não ter gostado, por causa da quebra do tom e amadurecimento da história, eu gostei demais. A autora realizou uma manobra arriscada nesse livro ao quebrar as expectativas do que seria obviamente a continuação da história e tomar um caminho mais introspectivo, de desenvolvimento de personagens e  preparação para o que vem a seguir. Ela abandonou o romance e o mimimi e deu um caráter mais sério para a série, o que, acho, assustou alguns leitores. Mas, eu gostei. Adorei acompanhar o crescimento e desenvolvimento de todos os personagens e os climaxes de todos os núcleos foram ótimos e surpreendentes!

DSC00642

Considerações finais: O que eu aprendi com esse livro foi: jamais deixe que resenhas negativas interfiram na sua experiência de leitura. Eu não vi no livro defeito algum como algumas resenhas relatavam, a não ser talvez o fato de o começo ser um pouco lento, o que era necessário de certo modo.

Muita gente reclamou que todos os personagens masculinos parecem magicamente se apaixonar pela Celaena, não vi nada disso. Vi homens que tem admiração e orgulho de uma princesa que apesar de ter sofrido muito na vida é muito forte e boa. Acho que o sentimento entre ela e o Rowan e de Aedion nada mais é do que respeito e afeição, mas não paixão. Achei isso meio machista, porque mesmo que todos os homens se apaixonassem por ela, se ela fosse um príncipe seria normal que todas as moças caíssem de amor por ele, por que a Celaena não pode ter o mesmo tratamento?

Enfim, acho que muita gente julgou o livro pelo o que queria que ele fosse, não pelo o que ele é, ou seja, um livro mais maduro. Dei 4 estrelas para A Herdeira do Fogo, apenas por achar que a autora poderia ter abordado o começo lento de outra fora, talvez.

Quero saber a opinião de vocês sobre o livro. Vocês concordam comigo, ou acham que realmente a Sarah J Maas “estragou” a série?

Beijos e até o próximo.

Os Melhores de 2015

Olá pessoas,

O ano está acabando e muitas leituras se passaram esse ano. Esse ano eu comecei a ver a literatura de uma maneira diferente, até tem um artigo que eu escrevi aqui no blog sobre isso. Depois da faculdade eu passei por uma ressaca literária que durou anos. Isso foi muito triste porque eu parei ABSOLUTAMENTE de ler. Voltei àquela uma fase da minha vida em que eu não lia nada e isso me deixava triste, com uma sensação de retrocesso. Mas graças a God isso passou, e estou lendo mais do que nunca agora.

DSC00858

2015 marcou a minha volta para o mundo dos leitores assíduos, e eu comecei devagar. Tanto porque esse ano eu só li livros mais leves: ya, fantasias e nada muito literário clássico, pra sair da depressão de vez. Também porque comecei o ano lendo um livro por mês e terminei lendo ~pasmem~ SETE! E fui aos poucos me conhecendo como leitora e escolhendo livros que tem mais a ver comigo, tanto que a maioria dessa lista eu li do meio do ano pra cá.

Então aqui estão eles. EIS AQUI OS MELHORES LIVROS QUE EU LI EM 2015. (A maioria tem resenha aqui no blog, e eu fui colocando o link no post).

1. OS TRÊS – SARAH LOTZ

DSC00870

Como eu já disse, no começo do ano eu ainda estava me conhecendo como leitora de obras mais populares e descobrindo que tipos dessas obras eu gostava. Mas, apesar de ser medrosa, eu já sabia que terror era uma delas. E que terror é esse? Esse livro foi uma leitura maravilhosa que me surpreendeu muito! Pela qualidade da escrita, o detalhamento da forma da obra e o conteúdo super original. Não tem nada de clichê, nada de mal feito, nada pra reclamar. Com certeza um dos melhores livros que eu já li na vida! Fiz uma resenha mais detalhada dele aqui para o Especial de Halloween do blog.

2. STOLEN: CARTA AO MEU SEQUESTRADOR – LUCY CHRISTOPHER

32Enquanto o meu primeiro favorito eu li em janeiro, o segundo só veio em maio. Stolen é um YA contemporâneo de romance, gênero que é um dos meus terrores literários! Nunca pensei que eu fosse gostar tanto de um livro desse tipo a ponto de não largar até terminar. To devendo resenha dele aqui no blog, mas em resumo é a história de uma adolescente que é sequestrada por um homem um pouco mais velho (20 anos), sem explicação aparente. Convivendo com ele em um local totalmente isolado, ela começa a se afeiçoar e até entender os motivos dele. O que eu mais gostei desse livro é que a autora faz com que o leitor desenvolva a famosa Síndrome de Estocolmo junto com a personagem. Embora fique claro que o homem é doente, aos poucos vamos entendendo os motivos dele e até mesmo vendo sentido na sua loucura. O final é muito… nem tenho palavras. Daria tudo para ter uma continuação. Dei quatro estrelas bem egoístas, porque queria um final diferente rsrsrs. Mesmo sendo 4 estrelas, foi um dos meus preferidos.

3. FEITIÇO – SARAH PINBOROUGH

DSC00862

Eu comprei o box da Saga Encantadas não esperando muita coisa, mas a história me surpreendeu muito. Embora o começo seja um pouco lento, eu amei todos os livros, principalmente o segundo: Feitiço. É uma recontagem mais adulta dos contos de fada que não é nada clichê e ao mesmo tempo não viaja na maionese tanto a ponto de descaracterizar os contos. A autora soube trabalhar muito bem, remodelando os personagens e a história, mas mantendo sua essência.

4. COROA DA MEIA-NOITE – SARAH J. MAAS

DSC00872

E as Sarahs estão com tudo! Não pude usar o meu Coroa da Meia-noite na foto porque ele está emprestado, mas usei o Trono de Vidro para representá-lo. O livro é o segundo da série Trono de Vidro, confesso que eu esperava mais da série em si, mas no geral eu gostei. Pra mim o Coroa da Meia-noite foi o melhor! Aquele livro que eu não consegui largar e que teve exatamente a dose certa de: humor, drama, aventura, mistério e romance. Mereceu 5 estrelas. Tem resenha aqui no blog.

5. GAROTA EXEMPLAR – GILLIAN FLYNN

DSC00868

Apesar de não ser um dos meus preferidos da vida, eu me surpreendi muito com esse livro e a escrita da autora. Mesmo já sabendo da grande reviravolta da história, eu amei. A construção de personagens da Gillian Flynn é inacreditável nesse livro. Você simplesmente não consegue prever e categorizar esses personagens. Super complexos, nada clichês, nada previsíveis. É incrível! Com certeza muito bem escrito. Esse livro também participou do Especial de Halloween aqui no blog, e tem uma resenha que eu surto em detalhes.

6. FEITA DE FUMAÇA E OSSO – LAINI TAYLOR

DSC00874

E agora temos o livro que quase (ou não, não sei) desbancou Harry Potter do topo da minha lista de livros preferidos. Foi simplesmente O MELHOR LIVRO DO ANO! Um dos melhores livros da vida. Não tenho nem palavras. Toda a vez que eu começo a tentar explicar sobre esse livro eu começo a surtar e não explico nada. Apenas LEIAM! É a fantasia perfeita. Se quiserem saber mais leiam a minha resenha em que eu consegui controlar o meu surto psicótico e falei sobre o livro.

7. E NÃO SOBROU NENHUM – AGATHA CHRISTIE

DSC00861

Eu estava louca, pirada pra ler esse livro. Ai eu comecei a ler, achei o começo meio parado, e coisa e tal. Ai os personagens chegaram na ilha. E pá! Baixou a Maria Angélica e eu devorei o livro. Meu deus, sabe aquele livro que você sente que não pode voltar a viver sua vida até acabar? Pois é. Sabe também aquele livro que tem um mistério tão louco que deixa sua cabeça em frenesi? E que você faz mil e uma teorias e a autora vai desconstruindo todas? E que chega nas últimas páginas e VOCÊ AINDA NÃO SABE O QUE VAI ACONTECER NO FINAL? Então, é esse aqui. Simplesmente na última página é que você vai saber e até lá você vai ter um treco. É sensacional! Resenha aqui.

8. O OCEANO NO FIM DO CAMINHO – NEIL GAIMAN

DSC00864

E finalmente chegou a vez dos homens nessa lista. Neil Gaiman chegou de fininho e acabou com a minha vida. Todo mundo fala pra não começar a lê-lo por esse livro, mas gente… sensacional! Esse livro entrou dentro da minha alma e arrancou as minhas entranhas pra fora. Meu Deus esse homem é genial! Se um dia ele publicar a lista de mercado dele escrita em um rolo de papel higiênico, eu vou querer ler. Fiz resenha desse também.

9. A QUINTA ONDA – RICK YANCEY

image001-1

Olha aí um homem que escreve YA. Difícil de ver, né? E escreve muito bem. Acho que é um dos melhores YA que eu já li. Todos os clichês YA são tão bem trabalhados, que nem parece clichê. Adorei a escrita, os personagens, a história, a introspecção, a aventura. Provou pra mim junto com a Laini Taylor que YA pode ter muita qualidade sim! Só quero que saia logo o último livro. Resenha aqui.

10. EU, ROBÔ – ISSAC ASSIMOV

DSC00866

Eu amo ficção científica, mas não é um gênero muito comum na maioria das vezes. É difícil ver um livro ou filme bom, que não seja meio trash e mal feito. Mas cara, onde se escondia esse homem? Assimov é o pai da ficção científica na literatura, principalmente ficção sobre robôs. Ele aborda a questão da robótica de uma forma bem existencialista e humanista. Amo muito. Ele faz quase que uma mapeamento psicológico da inteligencia artificial e relaciona com a nossa inteligencia. É maravilhoso, me surpreendeu muito. Resenha aqui.

DSC00860.JPG

Em geral 2015 foi um ano de leituras muito boas pra mim e que eu li muito. Além desse, tiveram muitos livros que eu gostei como: Morte Súbita da J.K. Rowling, A menina que roubava livros, Suicidas do Raphael Montes, O livro dos Sith, O Mar Infinito,  etc. Mas quis focar nos melhores dos melhores mesmo.

Esperam que tenham gostado. Me contem quais foram os melhores livros que vocês leram em 2015.

Beijos e Bom Ano Novo.

Resenha: Coroa da Meia-Noite

Olá Pessoal,

Depois da minha overdose de resenhas do mês passado eu tive que dar um tempo e descansar, mas agora acho que voltei ao normal.

DSC00629

Então vim trazer essa resenha que eu já devia ter postado, mas que ficou arquivada pelo mês passado e enfim. Apresento-lhes Coroa da Meia-noite.

Porque eu li: Bom, como vocês devem saber Coroa da Meia-noite é a continuação do livro Trono de Vidro que eu já fiz resenha aqui no blog. Se você quiser saber o que eu achei dele, clica no link. Então, logo que eu acabei o primeiro decidi continuar a série e ler o segundo.

Como eu li: Eu estou continuando a minha coleção em livros físicos. Essa série é publicada pela Galera Record e meu único problema com a edição é que as lombadas são diferentes e não fica bonitinho na estante. =/

DSC00639

AVISO IMPORTANTE: Acho que não seria nem necessário dizer que quem ainda não leu Trono de Vidro ou a resenha que eu fiz, pode ficar um pouco perdido ao ler essa resenha. Por se tratar de uma continuação não tenho como não dar alguns SPOILERS da história, embora acredito que sejam informações que não prejudicariam a experiência de leitura.

O espaço: A história continua a se passar no reino de Adarlan, onde agora Celaena é a campeã oficial do rei. Ela então, neste livro começa a “caçar” os inimigos do rei a pedido do mesmo.

DSC00630A história: Embora Celaena agora “trabalhe” para o rei, ela ainda não se sente uma súdita muito leal. Ela começa a praticar a sua própria justiça, de seu próprio jeito ao mesmo tempo tentando não decepcionar o rei e cumprir com suas obrigações. Ao mesmo tempo, o seu convívio no reino faz o seu relacionamento com o Capitão Westfall e com a princesa Nehemia se aprofundar. Até que o rei a incumbe de matar um de seus inimigos que por coincidência é um velho conhecido de Celaena. A assassina começa então a investigar os mistérios que estão por trás do reino e do rei de Adarlan.

Personagens: Os mesmos personagens do livro anterior são desenvolvidos neste. O único personagem novo que vale comentar é Archer Finn, o velho conhecido de Celaena que o rei acredita ser seu inimigo. Archer é um cortesão famoso por quem Celaena sempre teve uma quedinha quando era mais nova. Talvez por esse motivo ao invés de matá-lo de imediato, ela decidi investigar o porquê de o cortesão ter se tornado um inimigo da coroa.

Desenvolvimento: Amei o desenvolvimento da história. Embora para quem não leu pareça um livro meio parado, por mostrar o dia-a-dia dos personagens e de Celaena se adaptando a sua nova vida, o livro traz muitas coisas interessantes. Para começar amei como a autora desenvolveu não só o mistério da história, mas a personalidade e relacionamento de TODOS os personagens. Depois do fim do relacionamento entre Dorian e Celaena, eu achei que o príncipe ficaria meio esquecido e jogado de lado, mas não, a autora conseguiu desenvolver o personagem de modo que mesmo afastado dos outros, ele se tornou muito interessante.

DSC00644O que eu achei: Achei uma leitura mais legal e empolgante do que o primeiro livro da série. Apesar de não ser um livro que dá pra ler em uma tarde, não dá vontade de largar. Você simplesmente tem que saber o que acontece depois. rsrsrs. Meu único porém é que existe um “plot-twist” do qual eu achei a reação de um dos personagens muito forçada. Achei que a autora poderia ter construído melhor os eventos e os sentimentos que levaram a essa reação, porque pra mim foi algo que a autora desenvolveu na cabeça dela, mas não conseguiu passar para os seus leitores.

Considerações finais: Achei o melhor livro da Sarah J. Maas até agora. O modo como ela desenvolveu os personagens e o relacionamento entre os personagens, ao mesmo tempo desenvolvendo lindamente todo o contexto e mistérios daquele mundo. O livro me fez sorrir, chorar, ficar com medo e ficar na ponta da cadeira de apreensão. A “batalha final” é maravilhosa e a última cena de partir o coração.

DSC00631

Recomendo muito, apesar de algumas poucas coisinhas que me incomodaram um pouquinho. Mas por todas as emoções que esse livro me trouxe e por eu ter comprado o terceiro da série enquanto o lia, de tanto que me apaixonei, eu dei 5 estrelas.

Quem já leu algum da série Trono de Vidro o que achou? Me contem nós comentários. =)

Beijos e até o próximo.

TBR de Novembro + Novo Layout

Olá pessoal, tudo bom?

Assim que Outubro acabava eu estava pensando em como seria o novo Layout do Blog, já que o de Halloween tinha que sair ='(. Eu não queria/e não quero fazer outro mês especial tão cedo aqui no blog porque acho que todos estamos cansados (Eu literalmente sofri uma overdose de Halloween e não quero  ler livros de horror e mistério tão cedo, rsrsrs).

nature_space_universe_sci_fi_science_fiction_nebula_stars_light_spots_dust_1920x1080

Maaaas, já que eu estou ansiosamente contando os dias para o novo filme do Star Wars decidi que esse vai ser o “tema” de novembro aqui no blog (e na minha vida, rsrs), no entanto eu não vou publicar só coisas do star wars não, vou voltar ao conteúdo “aleatório normal” e abordar assuntos variados.

Então, nesse mês então eu escolhi três livros de ficção científica pra por na minha tbr e mais dois. Geralmente eu não faço TBR porque gosto de ler o que me dá na telha, mas esse mês é especial.

DSC00767

The Jedy Path e Livro dos Sith – Desde que eu comprei esses livros “temáticos” de Star Wars eu estou louca para ler. A arte deles é incrível e enche os olhos, mas confesso que eu nunca entrei no clima pra ler, por isso quero ver se faço uma forcinha agora que o filme está perto e eu estou animada.

Eu, robô – Também mantendo o tema de ficção cientifica quero ler Eu, Rôbo do Asimov. Recentemente os livros do Asimov foram republicados aqui no Brasil e bastante gente está lendo. Eu confesso que quis ler esse livro por causa do filme que eu amo, embora saiba que é bem diferente. Essa abordagem da robótica quase que “frankesteiniana” me interessa muito.

thirteen-reasons-why

Eu também pretendo ler o livro do mês do Grupo de Leitura que é Os treze porquês. Confesso que não tenho vontade porque me cheira àquele drama adolescente que eu odeio, mas eu tento sempre ler para descobrir leituras novas e sair da minha zona de conforto.

DSC00763

Outro livro, que eu alias já estou lendo, é Dreams of Gods and Monsters. Quem me conhece ou me segue no Instagram sabe que mês passado eu me apaixonei perdidamente por essa série e não posso continuar vivendo antes de terminá-la. Vocês ainda vão ouvir falar muito dela aqui no blog.

E por fim, eu gostaria, mas não sei se será possível, de terminar dois livros que eu abandonei mês retrasado que foi o Bound by Flames e o Herdeira do fogo. Eu darei prioridade para os livros de ficção e do grupo, mas quem sabe, né?

                herdeira                    BoundbyFlames-cover

O que vocês vão ler esse mês? Me contem a TBR de vocês ou o que vocês estão lendo.

Beijos