Resenha: Mentirosos

Bom dia pessoal,

Eu sei que eu ando muito atrasada com minhas resenhas e posts. Mas, várias coisas andaram acontecendo e mudando; e eu tenho escrito muito muito muito para outros projetos. Mas chega de desculpa. E vamos pra mais uma resenha que afinal são os posts que eu mais gosto de fazer.

DSC00938

Porque eu li: Esse eu li puramente por indicação de… bom, toda a internet! Em todo lugar cibernético que eu frequento, eu vejo as pessoas elogiando muito esse livro, dizendo que foi o livro mais surpreendente que eles já leram, etc.

Como eu li: Eu li a versão física publicada pela Editora Seguinte. (obs: alguém mais se incomoda com as lombadas “ao contrário” deles? Porque me incomoda MUITO! Guardo os livros de ponta cabeça, hehe.)

DSC00935

O espaço: A história se passa praticamente na ilha ficcional de Beechwood, em Massachusetts, EUA.

A história: A história gira em torno da família Sinclair. Uma família muito rica, mas também muito complicada. Os Sinclair tem 3 filhas que por sua vez têm alguns filhos cada uma e a nossa personagem principal é a filha única de uma delas: Cadence. Todos os verões de sua vida, Candence passou na ilha de Beechwood, propriedade de seus avós, com seus primos e tias. Mas, há dois anos durante as férias, ela sofreu um acidente muito grave do qual não se lembra e ninguém parece querer comentar com ela. Desde então, batalha com problemas psicológicos recorrentes do acidente e tenta desvendar o que afinal aconteceu naquelas férias.

DSC00929

Personagens: Desde a primeira página do livro que o narrador deixa claro que a Família Sinclair é aquela família perfeita e adorável, na qual todos são (e TEM que ser) bem-sucedidos, educados e centrados. Aquela família de capa de revista, que como todos sabemos não existe. Os avós vivem e respiram esse moto e não parecem ter problema algum com isso. As tias e mãe de Cadence, já parecem tentar transgredir um pouco as “regras”, embora elas saibam que para serem aceitas (aka ajudadas pelos pais e merecedoras da herança) elas têm que viver daquela forma.  Já os primos e a própria Candence se incomodam demais tanto com a falsa aparência que os avós pregam, quanto com a conformidade de suas mães.

Desenvolvimento: Conforme o livro se desenvolve percebemos que a família Sinclair está, obviamente, a quilômetros de distância da perfeição que os próprios pregam. Ainda mais depois do acidente de Candence. Depois do acidente, além de estar psicologicamente instável, o que incomoda a família, Candance começa a questionar todos os costumes e exageros dos Sinclair. Coisas que eram comuns como: estátuas de mármore e closets lotados, passam a não significar nada para ela. E isso desperta um certo incomodo famíliar. Além de ninguém querer falar para ela sobre o acidente, as pessoas tentam agir como se nada tivesse acontecido, e todos estivessem perfeitamente bem.

DSC00930

O que eu achei: Eu comecei o livro dando pulinhos de alegria. Eu adoro ler sobre famílias como os Sinclair, perfeitas no exterior e podres no interior, os problemas de quem tem muito dinheiro, etc. Acho muito interessante mesmo, mas não foi isso que ocorreu durante o livro. Achei que o livro foca muito no que a Candence está sentindo em relação a si própria, e principalmente, ao romance que ela tem com um garoto que sua família não aprova. Achei o romance e o descontentamento da personagem até interessante, mas eu não gostei que essa parte interessante da família fica meio que jogada de lado. Quando você para pra pensar, a Candence poderia esta em qualquer família, de qualquer posição social e tudo aquilo poderia ter acontecido quase da mesma forma. Assim, eu não vi como a família Sinclair em particular influenciou a vida dessa menina. Alias, eu até vi, mas achei que foi algo extremamente superficial e raso, que a autora poderia ter trabalhado muito mais.

DSC00922

Considerações finais: Na minha opinião, o livro é até que bem escritinho, mas ele não tem a profundidade que eu esperava dado o que a autora propõe logo na primeira página. Eu gostaria de ver mais o lado podre e mesquinho dos Sinclair, mas eu até que não achei eles tão ruins assim. O “final surpreendente”, então, foi o que mais me decepcionou sobre o livro. Primeiro que eu não achei nada de surpreendente. Sei que isso depende muito da experiência da pessoa como leitor e expectador, mas eu já assisti pelo menos uns 5 filmes com o mesmo tipo de final, dessa forma, não teve nada de novo (ou de surpresa) pra mim. Mas, o principal, é que no final parece que os Sinclair ficam como que “vítimas” da história e a Candence a “vilã”. Não gostei nada disso, e acho que no final as mudanças que a família sofreu não refletiu como o fruto de seus próprios erros, mas como os de Candence.

Eu dei 2 estrelas para Os Mentirosos, simplesmente porque a história promete algo profundo e nos entrega personagens e conflitos rasos.

Me deixem nos comentários que vocês gostaram do livro.

Beijos e até o próximo.

Filme: A 5ª Onda

No mês de dezembro, eu postei aqui a resenha do livro A 5ª Ondalembram? Bom, agora que a estreia do filme está chegando perto (\o/), eu quis passar aqui pra trazer algumas novas informações para vocês.

5ondafundamento

Na resenha, eu havia dito que por muito tempo eu não encontrei o livro pra comprar, porque sendo o livro maravilhoso que é, estava esgotado na maioria das lojas. Mesmo na época que eu postei a resenha, a Editora Fundamento já havia reposto os livros com a capa original, mas agora melhor ainda: A EDITORA FUNDAMENTO publicou uma edição do livro lançada para o filme! Essa edição traz a capa e uma sobrecapa com os pôsteres lindos do filme.

Ainda melhor é que essa edição com as capas no filme e o livro Mar Infinito estão com 30% de desconto na loja virtual da Editora: http://bit.ly/1Qonk6z. E na compra de um desses livros, você ainda ganha um ingresso para o filme! Tem como ficar melhor?

Finalmente, eu vou poder ter minhas versões físicas da 5ª Onda e do Mar Infinito! Ainda to devendo a resenha do Mar Infinito para vocês, mas vai sair em breve.

Então enquanto o filme não chega 21 de Janeiro, deixo vocês com o trailer pra dar mais friozinho na barriga de ansiedade.

Não esqueçam de garantir logo os livros e o ingresso. Porque, olha, vale a pena! Confira a minha resenha se quiser aqui.

Se quiserem saber mais sobre a série e acompanhar todas as novidades sigam o fansite dedicado ao A 5ª Onda: http://aquintaondabr.com/

E a página oficial do filme no Facebook: https://www.facebook.com/A5OndaFilme/

Beijos e até o próximo

Resenha: Feita de Fumaça e Osso

DSC00746Olá Pessoal, tudo bom?

Estou dando pulinhos de alegria. Mal podia esperar para fazer a resenha desse livro aqui pra vocês. Como já estou prevendo que vai ficar gigante melhor começar logo.

Feita de Fumaça e Osso

Porque eu li: Esse livro foi recomendação da Bia do Na sua Estante e da Gelly do canal Vamos Ler.

Como eu li: Esse foi o primeiro livro que eu “li” em audiobook e amei a experiência. Há algum tempo que eu estou me forçando a ir na academia, coisa que eu mais odeio na vida. Em um dia de outubro eu queria muito faltar pra poder ler e pois não consigo de jeito nenhum me concentrar em livro físico enquanto malho. Ai que eu tive a brilhante ideia de baixar o Audible (fiz um post sobre aqui) e ouvir um livro. O livro escolhido foi então Feita de Fumaça e Osso. Melhor escolha que eu já fiz na vida. Vale dizer que os audiolivros desse serviço são todos em inglês. E eu estou ouvindo/lendo a série em inglês.

DSC00752

O espaço: Primeiro preciso dizer que não sei como começar a resenha dessa história maravilhosa, simplesmente porque pra mim TUDO é spoiler. Uma das experiencias mais gostosas pra mim nesse livro foi mergulhar nele sem saber nadinha. Por isso meu conselho é: não procurem ou leiam muitas sinopses antes de ler.

Então vou simplesmente dizer que a história se passa principalmente em Praga, o que eu amei e foi muito interessante (vou gritar se tiver que ler mais uma história que se passa nos Estados Unidos =S) e em “Outro Lugar”, e aqui eu deixo esse mistério.

A história: Bom vamos lá, para mim o resumo da história faz ela parecer um pouco boba porque é bem simples e talvez clichê. O que faz essa história maravilhosa é o modo como a autora a conta, como ela vai abordando e construindo aos poucos o enredo. Mas, vou tentar explicar o mínimo pra não estragar nem a experiencia de vocês, nem a resenha.

Karou é uma garota normal e diferente ao mesmo tempo. Ela estuda arte e faz desenhos lindos de algumas criaturas estranhas os quais ela compartilha com sua amiga Zuzana. Paralelamente a sua vida normal, ela faz alguns “trabalhos” para a sua “família” que vive em Outro Lugar. E sim, é só isso que eu vou contar =X

DSC00756

Personagens:

Karou vive em Praga e estuda arte. Ela tem cabelo azul, já morou em vários lugares do mundo, tem várias tatuagens, fala vários idiomas e tem um colar de contas muito interessante que pode realizar pequenos desejos. Ela também não sabe de onde ela veio ou quem são seus pais. As únicas pessoas que ela conhece como família e que cuidam dela desde quando ela se lembra são as “pessoas” de Outro Lugar.

Zuzana é a melhor amiga de Karou que estuda com ela no Instituto de Arte. Ela é muito engraçada e uma personagem muito interessante. Gosto muito que a personagem não “some” na história quando começam os problemas e a personagem principal “embarca” na parte fantástica da história, o que geralmente acontece. Mas, Zuzana não, ela continua acompanhando e ajudando a Karou na medida do possível, ela até fica sabendo dos “segredos” da Karou e do universo fantástico que ela faz parte. Achei isso bem peculiar, nunca tinha visto em outro livro antes.

Brimstone é uma figura paterna para Karou. Ele faz parte de sua “família” em Outro Lugar, junto com Issa, Twiga e Yasri. Ele é muito severo e sábio, mas tem um grande apreço pela Karou. Não vou dizer mais nada apenas: MELHOR PERSONAGEM!

Akiva aparece um pouco repentinamente na história e faz você pensar: ai que saco, um personagem para encher linguiça, não quero, volta pro núcleo principal por favor. Mas depois garanto que você vai se apaixonar por ele. Muito.

Desenvolvimento: Se eu pudesse descrever o desenvolvimento dessa história em uma palavra seria: Perfeito. A autora desenvolve de uma maneira linda; fluída e constante. Ela vai dando as informações e resoluções aos poucos para o leitor e todos os elementos fantásticos vão se encaixando de forma impecável. Ouso dizer que a história é tão bem acabada que só falta um laço no final.

DSC00754

O que eu achei: Preciso dizer que o que eu achei? Acho que vocês já entenderam, né? Além desse desenvolvimento lindo, vale a pena mencionar sobre a escrita. Laini Taylor escreve de uma maneira bem refinada e trabalhada, mas não difícil de ler. Ela tem uma preocupação com a escolha de palavras que é raro se ver em livros YA. Torna a leitura muito bonita e prazerosa, como se estivéssemos lendo poesia. Confesso que mais de uma vez tive que checar vocábulos (em inglês) no dicionário o que nunca aconteceu antes em livros YA. Ela simplesmente consegue usar palavras simples e rebuscadas ao mesmo tempo.

Também preciso mencionar a qualidade incrível da narração de Khristine Hvam no audiobook. Não sei se ela é tcheca, mas ela fazia o sotaque dos personagens perfeitamente; não só dos personagens de Praga quanto dos de outros lugares do mundo, além de que cada personagem fantástico tinha um modo de falar e sotaques diferentes. Ela variava timbres de voz, maneiras de falar dos personagens de modo que você sabia quem estava falando sem ajuda do narrador. Achei maravilhoso!

DSC00750

Considerações finais: LEIAM ESSE LIVRO! Garanto que vocês vão se surpreender com a construção dos personagens, da história, do mundo fantástico, do desenvolvimento, dos elementos, TUDO. Sabe aquele livro que você não tem do que reclamar? Eu sei que isso é pessoal, já ouvi muitas críticas de que o livro é arrastado e difícil de entender. Realmente é um livro bem complexo com um mundo fantástico bem denso, mas ainda sim é YA e não senti dificuldade alguma. Prometo que vocês vão vibrar muito a cada revelação e a cada capítulo. E quando vocês entenderem o título, vocês vão chorar de emoção! É uma história muito bem construída mesmo, que merece uma chance. Recomendo muito também o audiolivro embora seja necessário um inglês mais fluente.

Esse livro se tornou um dos meus livros preferidos. Eu dei 5 estrelas. Favoritadíssimo.

Dias de Sangue e Estrelas

Sendo a personificação da ansiedade que eu sou, assim que terminei o primeiro livro já corri pra gastar todo o dinheiro que eu não tinha (credit card) em um box rico capa dura da série.

DSC00739

Então assim que acabei “Feita de Fumaça e Osso” (FDFEO), eu imediatamente comecei o segundo livro “Dias de Sangue e Estrelas” (DDSEE) em “Buddy read” com a Bia que tinha me indicado o primeiro e  ainda não tinha lido o segundo. Já vou falar um pouquinho dele aqui porque os tópicos que eu escreveria não iriam mudar muito pra eu fazer uma resenha separada. E assim que eu ler o terceiro, pretendo fazer uma mini resenha dizendo o que achei da conclusão da história.

Considerações sobre DDSEE: Achei o livro um pouco lento no começo. A história parece que demora pra começar sabe? O primeiro livro termina de um jeito que deixa a gente louco pra saber o que aconteceu com a Karou e a autora demora demais pra colocar ela no segundo livro. Essa lerdeza me fez, mesmo apaixonada pela história, demorar bastante para terminar.

DSC00761

A partir da segunda parte, começa a desandar a história e espere por muitas surpresas e reviravoltas do meio pro final. Gostei muito do personagem do Thiago nesse livro, embora ele não seja nem um pouco legal. Mesmo assim, eu não gostei tanto quanto o primeiro. O livro tem partes muito mais chocantes e surpreendentes, mas acho que a autora poderia ter condensado um pouco mais a história, tirado alguns personagens que não fez sentido estarem ali e colocado um pouco mais de ação. Tanto que achei melhor esperar um pouco para começar o terceiro e o maior da série.

Eu dei quatro estrelas para Dias de Sangue e Estrelas. Assim que eu ler Sonhos de Deuses e Monstros, eu posto dizendo o que eu achei.

Vocês já leram essa série? Se sim me deixem nos comentários o que acharam, se não me digam se querem ler, ou deixem sugestões de fantasias que vocês gostam.

Beijos

Resenha: Coroa da Meia-Noite

Olá Pessoal,

Depois da minha overdose de resenhas do mês passado eu tive que dar um tempo e descansar, mas agora acho que voltei ao normal.

DSC00629

Então vim trazer essa resenha que eu já devia ter postado, mas que ficou arquivada pelo mês passado e enfim. Apresento-lhes Coroa da Meia-noite.

Porque eu li: Bom, como vocês devem saber Coroa da Meia-noite é a continuação do livro Trono de Vidro que eu já fiz resenha aqui no blog. Se você quiser saber o que eu achei dele, clica no link. Então, logo que eu acabei o primeiro decidi continuar a série e ler o segundo.

Como eu li: Eu estou continuando a minha coleção em livros físicos. Essa série é publicada pela Galera Record e meu único problema com a edição é que as lombadas são diferentes e não fica bonitinho na estante. =/

DSC00639

AVISO IMPORTANTE: Acho que não seria nem necessário dizer que quem ainda não leu Trono de Vidro ou a resenha que eu fiz, pode ficar um pouco perdido ao ler essa resenha. Por se tratar de uma continuação não tenho como não dar alguns SPOILERS da história, embora acredito que sejam informações que não prejudicariam a experiência de leitura.

O espaço: A história continua a se passar no reino de Adarlan, onde agora Celaena é a campeã oficial do rei. Ela então, neste livro começa a “caçar” os inimigos do rei a pedido do mesmo.

DSC00630A história: Embora Celaena agora “trabalhe” para o rei, ela ainda não se sente uma súdita muito leal. Ela começa a praticar a sua própria justiça, de seu próprio jeito ao mesmo tempo tentando não decepcionar o rei e cumprir com suas obrigações. Ao mesmo tempo, o seu convívio no reino faz o seu relacionamento com o Capitão Westfall e com a princesa Nehemia se aprofundar. Até que o rei a incumbe de matar um de seus inimigos que por coincidência é um velho conhecido de Celaena. A assassina começa então a investigar os mistérios que estão por trás do reino e do rei de Adarlan.

Personagens: Os mesmos personagens do livro anterior são desenvolvidos neste. O único personagem novo que vale comentar é Archer Finn, o velho conhecido de Celaena que o rei acredita ser seu inimigo. Archer é um cortesão famoso por quem Celaena sempre teve uma quedinha quando era mais nova. Talvez por esse motivo ao invés de matá-lo de imediato, ela decidi investigar o porquê de o cortesão ter se tornado um inimigo da coroa.

Desenvolvimento: Amei o desenvolvimento da história. Embora para quem não leu pareça um livro meio parado, por mostrar o dia-a-dia dos personagens e de Celaena se adaptando a sua nova vida, o livro traz muitas coisas interessantes. Para começar amei como a autora desenvolveu não só o mistério da história, mas a personalidade e relacionamento de TODOS os personagens. Depois do fim do relacionamento entre Dorian e Celaena, eu achei que o príncipe ficaria meio esquecido e jogado de lado, mas não, a autora conseguiu desenvolver o personagem de modo que mesmo afastado dos outros, ele se tornou muito interessante.

DSC00644O que eu achei: Achei uma leitura mais legal e empolgante do que o primeiro livro da série. Apesar de não ser um livro que dá pra ler em uma tarde, não dá vontade de largar. Você simplesmente tem que saber o que acontece depois. rsrsrs. Meu único porém é que existe um “plot-twist” do qual eu achei a reação de um dos personagens muito forçada. Achei que a autora poderia ter construído melhor os eventos e os sentimentos que levaram a essa reação, porque pra mim foi algo que a autora desenvolveu na cabeça dela, mas não conseguiu passar para os seus leitores.

Considerações finais: Achei o melhor livro da Sarah J. Maas até agora. O modo como ela desenvolveu os personagens e o relacionamento entre os personagens, ao mesmo tempo desenvolvendo lindamente todo o contexto e mistérios daquele mundo. O livro me fez sorrir, chorar, ficar com medo e ficar na ponta da cadeira de apreensão. A “batalha final” é maravilhosa e a última cena de partir o coração.

DSC00631

Recomendo muito, apesar de algumas poucas coisinhas que me incomodaram um pouquinho. Mas por todas as emoções que esse livro me trouxe e por eu ter comprado o terceiro da série enquanto o lia, de tanto que me apaixonei, eu dei 5 estrelas.

Quem já leu algum da série Trono de Vidro o que achou? Me contem nós comentários. =)

Beijos e até o próximo.